MENU
raul seixas
O sonho do brasileiro na década de 70 era poder comprar televisão e carro. Aí, o ousado e gênio controverso, Raul Seixas, vai lá e critica tudo isso criando uma letra cheia de sarcasmo, em Ouro de Tolo. Raulzito se inspirou no costume dos falsos alquimistas que, na idade média, prometiam transformar chumbo em ouro. Daí vem o nome da música, que faz parte do álbum Krig-ha, Bandolo!, lançado em 1973. A música, que apresenta uma crítica ácida sobre os sonhos e anseios patéticos da sociedade, foi uma das principais responsáveis por projetar Raul Seixas para o sucesso nacional. A sonoridade leve de Ouro de Tolo se contrapõe à letra que é um verdadeiro tapa na cara da classe média brasileira, e que até hoje faz todo o sentido para compreender nossos valores em tempos sombrios e marcados pelo ódio. Outras histórias de músicas do Raul Seixas você encontra aqui no livro "Raul Seixas: Por trás das canção link nos comentários. Raul Seixas e sua filha Vivi Seixas
COMENTÁRIOS